Reflexo do reaquecimento gradativo das atividades econômicas no Estado, a retomada do setor aéreo na cidade é acompanhada pelo Repensar Macaé.
Nesta quarta-feira (13), os representantes da ACIM, Emerson Esteves, da Comissão Municipal da Firjan, Evandro Cunha, da Rede Petro-Bacia de Campos, Vitor Silva, e da Associação Macaense dos Contabilistas (Amacon), Adail Costa Júnior, que compõem o Repensar, visitaram o Aeroporto de Macaé. O Consultor Operacional Offshore, Hélio Batista, também esteve presente.
Em reunião com o gestor do Aeroporto, Fernando Castro, o grupo do Repensar acompanhou as estratégias de  ampliação da capacidade de transporte de passageiros, nos voos comerciais.
De acordo com o gestor do Aeroporto, a  partir de 1º de fevereiro, entrará em operação em Macaé a aeronave ATR 72, que tem capacidade para transportar 70 passageiros. Essa operação é realizada pela empresa Azul.
A ATR 72 substituirá a aeronave Caravan, que tem capacidade para nove passageiros e realiza hoje as operações da Azul, nos voos comerciais.
A mudança das aeronaves representa o aumento da demanda por passagens em Macaé, na linha de conexão entre a cidade e o Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro.
“A entrada do ATR 72 representa também o aumento do número de passagens disponíveis e consequentemente um custo menor para as tarifas”, avalia Evandro Cunha.
O aumento da capacidade de transporte de nos voos comerciais de Macaé representa também nova conexão para os passageiros do município e outros destinos do Brasil, através do acesso ao Aeroporto do Rio.
E com mais passageiros em circulação, o Aeroporto de Macaé abre um novo plano para atrair investimentos na área comercial.
Além da exploração de 10 espaços para lojas e restaurantes, o terminal de passageiros do Aeroporto apresenta atrativos visuais para divulgação de marcas e produtos, uma boa oportunidade para a estratégia de mídia de empresas locais.
Horários de voos no Aeroporto de Macaé
Macaé – Santos Dumont
Partidas
10h35 – Parada no Aeroporto Bartolomeu Lisandro/Campos dos Goytacazes
19h – Direto Santos Dumont
Santos Dumont – Macaé
Chegadas
9h50
18h15


Unir forças para garantir o desenvolvimento econômico e sustentável da cidade. Com esse objetivo, a ACIM reforçou a parceria com o Instituto Estadual do Ambiente (INEA) para agilizar o andamento de processos de licenciamento na cidade.
A ACIM mantém convênio com o INEA que amplia o quadro de funcionários em atividade na superintendência regional situada na cidade. A inciativa ajuda a garantir uma resposta mais rápida aos processos de instalação e ampliação de empreendimentos instalados em Macaé.
Na manhã de hoje (12), o presidente da ACIM, Olavo Pinheiro Júnior e o diretor da Associação, Cliton da Silva Santos, se reuniram com o superintendente regional do INEA, Ronaldo Paesleme. O encontro também contou com a participação do deputado estadual Chico Machado (PSD).
“Reafirmamos, através da Associação, o compromisso de renovar esse convênio para contribuir com o trabalho ambiental. Que é uma parte essencial para garantir um desenvolvimento econômico e sustentável para a nossa cidade”, ressaltou Olavo.
O superintendente do INEA destacou a importância de Macaé para o desenvolvimento regional.
“Macaé é um polo de desenvolvimento para o Estado. E nós precisamos dar agilidade aos processos, com seriedade e competência, para garantir esse ritmo de crescimento da cidade”, disse.
Cliton reiterou a inciativa da ACIM, em representatividade da classe empresarial, de contribuir com a atuação do INEA na região.
“Parcerias fortalecem a classe empresarial que soma forças para buscar uma nova realidade de crescimento e de processo para a nossa cidade”, destacou.
Chico apontou que o desenvolvimento sustentável e a premissa de uma cidade forte, socialmente e economicamente.
“A nossa bandeira sempre foi o desenvolvimento sustentável. Enfrentamos a questão do licenciamento do Porto, que fortalece a importância da nossa cidade para a economia do Estado. Mas precisamos respeitar o meio ambiente, como a nossa fonte de sobrevivência. Vamos buscar sempre o equilíbrio, o desenvolvimento consciente”, afirmou.



A ampliação do horário de funcionamento do comércio foi destaca pela Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM) na reunião realizada hoje (11) pelo prefeito Welberth Rezende (Cidadania) com as instituições empresariais da cidade.

A garantia de funcionamento pleno do setor, com a responsabilidade em adotar todos os protocolos sanitários necessários ao enfrentamento do Coronavírus, foi fortalecida na reunião que ajudou a estabelecer também um diálogo institucional importante entre a Associação e o novo governo.
“A construção coletiva é o caminho ideal para garantir a Macaé a retomada do seu potencial econômico. Esse diálogo ajuda a expor os desafios e encontrar soluções, para que o comércio possa sobreviver e ainda gerar empregos”, afirmou Olavo Pinheiro Júnior.
Com base no decreto 04/2021 assinado pelo prefeito no último sábado (9), diversas atividades comerciais da cidade passaram a ter o horário de atendimento ampliado, uma iniciativa que beneficiou também diversos segmentos importantes para a economia local.
A ACIM reforçou também a importância da realização de um trabalho conjunto às outras instituições que também defendem o fortalecimento da base econômica da cidade, com olhos voltados a diversificação e a geração de postos de trabalho.
“Estamos abertos a compartilhar a nossa experiência em apostar no associativismo como instrumento de transformação, social e econômica, para a nossa cidade”, disse Olavo.
A ACIM também foi representada na reunião pelo vice-presidente Olívio Osório Reis e do Diretor de Indústria Jânio Moura.